23/02 – Grupo de Estudos Geografia e Anarquismo

No próximo dia 23, terça-feira, retomaremos o Grupo de Estudos Geografia e Anarquismo. O grupo terá como enfoque o estudo da obra O Homem e a Terra do geógrafo anarquista francês Élisée Reclus.

O Grupo de Estudos Geografia e Anarquismo foi o primeiro grupo de estudos da Biblioteca Terra Livre, iniciando suas atividades em 2010, quando a Biblioteca ainda estava atuando no Espaço Ay Carmela! Em 2011 o Grupo de Estudos Geografia e Anarquismo se reuniu ao longo do primeiro semestre (https://bibliotecaterralivre.noblogs.org/grupos-de-estudos/geografia-e-anarquismo/) e ajudou a organizar o Colóquio Internacional Élisée Reclus e a Geografia do Novo Mundo, que ocorreu em dezembro daquele ano. Após estas atividades o grupo deixou de se reunir.

Agora, quatro anos após o primeiro momento, o Grupo de Estudos Geografia e Anarquismo retoma suas atividades para se aproximar e aprofundar os debates em torno da obra de Élisée Reclus.

A obra O Homem e a Terra – Textos escolhidos, que será o texto base para o estudo, estará sendo vendida com desconto, de R$75 por R$50.

Para se inscrever no grupo ou saber mais informações nos escreva para bibliotecaterralivre@gmail.com

Posted in Uncategorized | Tagged , , | Leave a comment

18/02 – Grupo de estudos “Anarquismo e Educação”

cartazGE2016X

Após um longo hiato de tempo finalmente o Grupo de Estudos Anarquismo e Educação da Biblioteca Terra Livre retoma suas atividades. O Grupo existe desde de 2010 e sua história e cronogramas de estudos pode ser conferido na página: https://bibliotecaterralivre.noblogs.org/grupos-de-estudos/anarquismo-e-educacao/

A proposta para 2016 é tomarmos como tema central “Experiências Pedagógicas na América Latina”. Assim, tentaremos compreender e investigar como as/os militantes anarquistas abordaram e colocaram em prática a educação libertária nos países latinoamericanos ao longo da história, destacando sempre a inter-relação entre a organização do movimento operário, os grupos e coletivos anarquistas e a fundação de escolas, bibliotecas e centros de cultura.

Para isso será necessário que os participantes tenham algum conhecimento de espanhol (suficiente para leitura de textos) pois boa parte da bibliografia que há disponível foi produzida nesta língua. Tentaremos encontrar materiais em português sobre o tema e também realizar algumas traduções, quando possível.

Sendo assim, a proposta é lermos o livro “La Educacion Libertária en la Argentina y en México (1861-1945)” de Martín Alberto Acri e María del Carmen Cácerez. O PDF encontra-se disponivel no link: www.federacionlibertaria.org/BAEL/Archi…

Para o primeiro encontro e/ou para aquelas/es que gostariam de uma leitura introdutória sobre educação anarquista sugerimos a leitura dos seguintes textos:

Texto 1: Considerações Relativas a Educação, Hugues Lenoir (Revista Educação Libertária 1)
bibliotecaterralivre.noblogs.org/files/…

Texto 2: A Educação Libertária, Hugues Lenoir (Revista Educação Libertária 2)
bibliotecaterralivre.noblogs.org/files/…

INÍCIO: 18/02 – Quinta-feira – 19h (Encontros quinzenais)
INSCRIÇÃO: bibliotecaterralivre@gmail.com
Participação livre – máximo de 15 pessoas devido ao espaço.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Lançamento do livro A Colmeia: Uma experiência pedagógica de Sébastien Faure

Nesta quinta-feira, dia 03/12, ocorrerá o evento de lançamento do livro A Colmeia: Uma experiência pedagógica de Sébastien Faure publicado pela Biblioteca Terra Livre. A obra relata a experiência de A Colmeia (La Ruche), uma comunidade educativa anarquista que existiu entre 1904 e 1917 em Rambouillet (França).

12278723_931935493521688_6883962836154703511_nAlém da apresentação e venda do livro, haverá um debate sobre A Colmeia com Prof. Rodrigo Rosa da Silva (FEUSP), co-autor da introdução do livro escrita em parceria com o Prof. Paulo Marques da UFPel.

Quinta-Feira, 03/12/2015, das 18h às 19h30.
Sala 102 – Bloco B – Faculdade de Educação (FEUSP)
EVENTO NO FB.
Informações no site da FEUSP.

Leia a seguir um trecho da apresentação escrita especialmente para a atual edição:

“É com o objetivo de contribuir com o esforço de resgate desse legado, e ao mesmo tempo possibilitar aos pesquisadores, educadores e interessados no tema o acesso à história da Educação Libertária, que comemoramos a reedição brasileira, quase 100 anos após a original, da obra que descreve uma das mais ricas experiências educativas e comunitárias já realizadas pelos anarquistas: A Colmeia. Escrita há mais de um século por seu fundador e “diretor”, Sebastién Faure, um dos mais célebres militantes anarquistas da Europa naquele período.
Com essa nova edição, cuidadosamente editada pela Biblioteca Terra Livre, poderemos finalmente observar se a ausência do pensamento educacional anarquista e suas experiências nos currículos oficiais das universidades tem sua origem no desconhecimento e na ignorância de textos em português ou em algum tipo de silenciamento deliberado e intencional das práticas autônomas e anti estatais de educação.
Afinal, por que a A Colmeia é uma das mais importantes experiências educacionais de que se tem notícia? Fundamentalmente porque se tornou uma referência para o pensamento educacional libertário, ao colocar em prática com enorme êxito, por mais de uma década (14 anos!), uma pedagogia baseada nos princípios ácratas da Educação Integral, Autogestão, Cooperação, Autonomia Individual e Apoio Mútuo. Teve encerradas suas atividades somente por ocasião da eclosão da primeira guerra mundial na Europa.
Muito mais que uma “escola”, A Cólmeia tornou-se uma cooperativa integral, auto sustentada, na qual o saber e o conhecimento estavam intrinsecamente vinculados à prática, ou seja, à criação dos próprios meios necessários para a sua existência autônoma, principalmente em relação ao Estado ou qualquer outra instituição que a tutelasse.”

Posted in Uncategorized | Leave a comment

História do Anarquismo na Costa Rica

renovación.FFG

Graças ao trabalho dos companheiros do Editorial Eleuterio e euna, com a publicação do trabalho de Rodrigo Quesada Monge, “Anarquia, Ordem sin Autoridad”, foi possível nos debruçar sobre a história do anarquismo na Costa Rica e encontrar uma importante revista editada pelos anarquistas José María Zeledón, Ricardo Falcó e o histórico militante espanhol, fundador da seção espanhola da Internacional, Anselmo Lorenzo. A revista Regeneración foi fundada em 1911 e foi editada até os idos de 1919. A revista foi digitalizada pela Hemeroteca da Biblioteca Nacional da Costa Rica e que também disponibilizamos em nossa seção Jornais de nossa biblioteca digital.

Nesse mês de outubro, em memória aos 106 anos da morte do anarquista e educador Francisco Ferrer y Guardia, ressaltamos os números 19 e 20 do primeiro ano da revista, dedicado exclusivamente à pedagogia racionalista de Ferrer e da Escola Moderna, experiência pedagógica que inspirou muitos companheiros e companheiras do passado e que se estende até os dias de hoje, como é o caso do Cursinho Livre da Lapa.

O livro que nos ajudou nessa pesquisa foi escrito pelo companheiro Rodrigo Quesada Monge e ele é dividido em duas partes: a primeira, aborda o legado ético do anarquismo, trazendo temas como a liberdade, o Estado, a religião etc.; a segunda parte trata do legado histórico do movimento, sendo o anarquismo em Costa Rica uma colaboração ímpar às recentes pesquisas sobre o anarquismo pós-colonial.

O livro pode ser adquirido tanto no site do Editorial Eleuterio quanto na livraria da Biblioteca Terra Livre. O livro também será vendido na VI Feira Anarquista de São Paulo, que será realizada no dia 15 de novembro de 2016.

Mais uma vez agradecemos ao trabalho incansável dos companheiros do Editorial Eleuterio e Rodrigo Quesada Monge por nos trazer essa enorme contribuição!

Boa pesquisa!!!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

106 anos sem Francisco Ferrer

Nesta semana do 13 de outubro completam-se 106 anos do assassinato por fuzilamento do pedagogo anarquista Francisco Ferrer y Guardia. Assassinado em um contexto de levante social contra o militarismo, em decorrência da guerra em Marrocos, Ferrer foi morto por acreditar que era possível construir um novo mundo. O pedagogo anarquista colaborou ativamente com a criação de projetos educacionais e políticos, tendo participado de diversas organizações pedagógicas, sendo sua principal contribuição, a criação da Escola Moderna.

A Biblioteca Terra Livre teve o prazer de publicar a primeira tradução para o português da obra “A Escola Moderna” escrita pelo próprio Francisco Ferrer, após o fechamento da Escola pelo governo espanhol. O livro conta com prefácio de Silvio Gallo (Unicamp), principal pesquisador e divulgador da pedagogia anarquista no Brasil nos último anos.

Com o intuito de difundir ainda mais os ensinamentos de Ferrer, realizamos a promoção do livro “A Escola Moderna”. Na compra deste, o leitor receberá em sua casa, além do livro, uma cópia do documentário “Francisco Ferrer y Guardia, uma vida para a liberdade”, que relata a vida e obra do pedagogo racionalista catalão.

O pacote: LIVRO + FILME + frete (para qualquer lugar do Brasil) sai por R$25 (vinte e cinco reais). A promoção vale até 31 de outubro de 2015. Para adquirir seu livro entre em contato através do email livrariaterralivre@gmail.com

Mais informações sobre o livro em:
http://bibliotecaterralivre.noblogs.org/editora/a-escola-moderna/

Viva a Escola Moderna!

Posted in Uncategorized | Leave a comment