Category Archives: Uncategorized

Antinomia #75: Texto da Jacobin, Chile e Argentina

Com a presença de Marcelo Aguilar, retomamos o assunto sobre a Constituinte do episódio 72. Agora que o texto constitucional foi derrotado, qual futuro que se visualiza para o Chile? Como explicar a derrota e o que a derrota nos explica? Tratamos da situação na nação vizinha, estremecida com o atentado à Cristina Kirchner. Como entender a crescente violência política na América Latina? Por fim, demos o nosso pitaco no texto publicado pela Jacobin. O que pensar de um texto atropelado, confuso e desonesto assinado apenas por “anarquistas mascarados”? E o que pensar da revista que assume a responsabilidade por publicar algo tão obscuro?

E VIVA À IDA DA ELIZABETH!!!!! PENA QUE NÃO FOI POR GUILHOTINA

Megafono Spotify Apple Podcast | Google Podcast | Outros Agregadores

PROMOÇÃO DE LANÇAMENTO (FERRER + ESCOLA DE IASNAIA POLIANA)

Nos últimos dias de 2021, trabalhamos ativamente para finalizar dois livros sobre educação libertária. Enfim, os livros foram entregues e estão disponíveis para venda!

O primeiro deles, Ferrer, é fruto de uma intensa pesquisa em jornais buscando resgatar o impacto da vida e obra de Francisco Ferrer, bem como sua influência política e pedagógica no Brasil. Os textos que compõem esse livro foram escritos por alguns dos mais importantes militantes anarquistas do século XX como: Benjamin Mota, João Penteado, Neno Vasco, José Oiticica, Maria Lacerda de Moura, Pedro Catallo e outros.

O segundo título, Escola de Iasnaia Poliana, foi escrito por Liev Tolstói, autor russo, que desenvolveu um projeto pedagógico em sua fazenda em Iasnaia Poliana, a partir da década de 1860. A despeito do reconhecimento unânime da figura e da obra literária de Tolstói, a escola talvez seja seu projeto menos conhecido. Publicar esse livro é resgatar um projeto educacional marcado por uma faceta antidogmática, antiautoritária e por um caráter libertário. Ao livro original acrescentamos dois textos que foram publicados no jornal anarquista Les Temps Nouveaux, em que as relações entre Tolstói e militantes anarquistas ficaram mais evidentes no final do século XIX.

Com estes livros, damos continuidade ao esforço iniciado em 2011 de difusão de obras sobre educação libertária.

Promoção válida até o dia 31 de janeiro de 2022 (segunda-feira).

Na compra de um livro, você recebe 10% DE DESCONTO (de R$ 30,00 por R$27,00), e, na compra do combo (um exemplar do Ferrer e um exemplar da Escola de Iasnaia Poliana), você recebe 20% DE DESCONTO (de R$ 60,00 por R$ 48,00).

A previsão é que os envios sejam feitos de duas ou três vezes por semana.

O livro e o combo podem ser adquiridos das seguintes formas:

1) Na loja da Livraria Terra Livre, onde temos nosso catálogo completo:

2) Pix

Chave: bibliotecaterralivre@gmail.com

Não esqueça de acrescentar o valor do frete fixo (R$ 8,00 – oito reais) na compra do livro ou do combo.

  • O valor do livro + frete é de R$ 35,00 (trinta e cinco reais).
  • O valor do combo + frete é de R$ 56,00 (cinquenta e seis reais).

IMPORTANTE! Não se esqueça de mandar por e-mail (bibliotecaterralivre@gmail.com) o comprovante, o título do livro e o endereço para o envio do pedido!

Ficha técnica:
Título: Ferrer
Autores: Maria Lacerda de Moura; Neno Vasco; José Oiticica e outros
Editora: Biblioteca Terra Livre
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Dimensão: 21 x 14 cm
Edição: 1ª
Data de lançamento: dezembro de 2021
Número de páginas: 144
Preço: R$ 30,00

Título: Escola de Iasnaia Poliana

Autor: Liev Tolstói
Editora: Biblioteca Terra Livre
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Dimensão: 21 x 14 cm
Edição: 1ª
Data de lançamento: dezembro de 2021
Número de páginas: 184
Preço: R$ 30,00

Chamado a solidariedade internacional

CHAMADO À SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL CONTRA A DESTRUIÇÃO DOS JARDINS OPERÁRIOS

Os anos que antecederam os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foram cercados de muitas expectativas. Por um lado haviam aqueles que sonhavam com a projeção do Brasil como uma nova potência, capaz de grandes feitos, como a realização do inédito evento no Brasil, por outro, uma parcela da sociedade sabia que os custos sociais, políticos, ambientais e econômicos de tal evento cairiam sobre a sociedade, em especial sobre os mais explorados: pobres, imigrantes, mulheres.

Como uma cartilha macabra – aplicada incessantemente a favor das grandes construtoras, governos e bancos investidores – os Jogos Olímpicos seguem deixando seu rastro de sangue e destruição por todos os territórios que passam. E a realidade para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 não é diferente.

Como relatado na série de reportagens sonoras, intitulada Jardins da Comuna, o município de Aubervilliers, o segundo mais pobre da França que conta com uma enorme população de imigrantes, está enfrentando um intenso processo de especulação imobiliária e destruição das áreas comuns, em especial dos Jardins Operários, território fundamental para a garantia da soberania alimentar desta população em condição de vulnerabilidade extrema.

Para tentar conter a destruição deste território, no próximo sábado, dia 17 de abril, haverá uma série de manifestações em defesa dos Jardins.

Como toda luta social, quanto mais pressão e quanto maior a solidariedade internacional, maior a chance de vitória.

Neste sentido, convidamos todas as pessoas solidárias à luta a produzir uma imagem (foto | desenho) com mensagens em apoio as jardineiras e jardineiros de Aubervilliers e as árvores que já estão sendo arrancadas dos jardins (ex. msg.: Ipê amarelo (árvore da sua região) em solidariedade as cerejeiras /  alperces dos Jardins de Aubervielliers), para que estas mensagens possam ser impressas e levadas para as ruas de Paris no sábado (17) para integrar a manifestação.

As imagens podem ser enviadas por email (bibliotecaterralivre@gmail.com) ou postadas no Instagram marcando a @bibliotecaterralivre e @papacapim_sandra e utilizando a hashtag #JO2024

Outra forma de apoiar é assinando a petição: https://www.change.org/p/mairie-d-aubervilliers-jo2024-sauvons-les-jardins-des-vertus

Para escutar os episódios do Jardins da Comuna acesse: https://bibliotecaterralivre.noblogs.org/jardins-da-comuna/

Solidariedade é mais do que uma palavra!