Anarquismo e Revolução Negra e Solidariedade a Rafael Braga

O Coletivo Editorial Sunguilar e a Biblioteca Terra Livre juntam esforços para trazer uma nova impressão do livro Anarquismo e Revolução Negra, do pantera negra Lorenzo Kom`boa Ervin. O livro impresso e publicado pela primeira vez em português em 2015 foi lançado no dia 15 de novembro daquele ano durante a VI Feira Anarquista de São Paulo. A edição esgotou no mesmo dia e, desde então, não contou com novas reimpressões.

Esta nova tiragem busca dar visibilidade aos textos de Lorenzo Kom`boa Ervin, escritos em 1978, durante sua prisão, momento em que se aproximou das ideias anarquistas e construir uma visão alternativa sobre o processo revolucionário, pautando sua análise na Libertação Negra e na Justiça Racial, na destruição do sistema capitalista, do Estado e das formas de opressão encontradas e reproduzidas na sociedade.

Lorenzo aponta que os esforços da camarada Ginger Katz, uma das fundadoras da Cruz Negra Anarquista – grupo de apoio anarquista, que fornece literatura política em prisões, além de organizar ajuda material e legal para prisioneiros ao redor do mundo – foram fundamentais para que seus escritos de prisão pudessem se tornar públicos e conhecidos. As ações de solidariedade demonstradas na época por Ginger nos inspiram a buscar, com esta reimpressão do livro, formas efetivas de apoiar as lutas pela liberdade de Rafael Braga, jovem Negro, pobre, preso durante as manifestações de 2013 e condenado recentemente a 11 anos de prisão.

É neste contexto absurdo, em que mais uma vez o Estado apresenta sua face mais racista, violenta, autoritária e seletiva que juntamos esforços para apoiar a campanha Pela Liberdade de Rafael Braga Vieira e sua família. Destinaremos R$10 da venda de cada livro para a campanha de Rafael Braga. O livro Anarquismo e Revolução Negra se encontra disponível para baixar AQUI e para a compra no link abaixo:

Outros títulos publicados pela Biblioteca Terra Livre estão disponíveis na seção Nossos livros.

Você também pode apoiar diretamente a família de Rafael Braga:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *