Biblioteca Terra Livre na Verdurada!

EM NOVO LOCAL (NOVAMENTE)

O tempo passa e o espaço muda, mas o espírito continua o mesmo. Como vocês devem ter notado, após duas bem sucedidas edições na Rua da Consolação a Verdurada foi obrigada mais uma vez a mudar de endereço, por motivos de força maior. Felizmente, encontramos um local ainda melhor e também no Centro, estrategicamente posicionado na área da Praça Roosevelt, entre as Ruas Augusta e da Consolação.

Com dimensões parecidas às do velho galpão do Jabaquara e um visual marcante, o novo local nos pareceu uma escolha digna da tradição que o evento carrega. Pensando nisso, preparamos uma escalação calculada cirurgicamente para abrir com chave de ouro esta nova fase.

São bandas que, apesar de misturar sonoridades diferentes como o hardcore melódico do Inimigo, o mosh noventista do Live by The Fist, o som inclassificável do Leptospirose, o caos escandinavo do Speek Kills e o peso apocalíptico d’O Cúmplice, carregam consigo laços de amizade e valores comuns de quem compartilha há anos os espaços criados pela Verdurada e iniciativas semelhantes.

Como sempre, também teremos nesta edição uma atividade extra-musical. O debate “Existe Política Além do Voto?” trará Rodrigo Rosa, professor e membro da Biblioteca Terra Livre, para discutir a validade do sistema eleitoral e as alternativas a ele, tema crucial nestes tempos de propaganda massacrante tentando nos convencer de que a única coisa que nos resta é escolher entre PT e PSDB.

PROGRAMAÇÃO

O Inimigo

Anunciamos com grande satisfação que após uma longa pausa e mudanças de formação, O Inimigo está de volta à Verdurada. Os velhos integrantes Kalota (Point Of No Return/I Shot Cyrus/B.U.S.H, etc), Juninho (Point Of No Return, Discarga, RDP, etc) e Nino (Discarga, Eu Serei a Hiena, etc) apresentam os recrutas Fernando (Small Talk, Againe, Van Damien, CPM22) e Alê (RHD). Quem já viu a banda nesta nova fase garante que além do som calcado nas velhas bandas de Washington DC como Embrace e Dag Nasty, o quinteto está incorporando elementos roqueiros à la Dinosaur Jr. Tire a prova!
http://www.myspace.com/oinimigo

Live By The Fist

Assim como os colegas acima, o LBTF volta à Verdurada para fazer seu primeiro show após um longo período de inatividade. Se desde o começo o Live é uma das bandas mais apreciadas do cenário nacional, durante o período em que estiveram parados se transformaram numa verdadeira lenda, lembrada com reverência pelos apreciadores do hardcore straight edge duro e impactante unindo a força de clássicos noventistas como Integrity e Path Of Resistance à familiaridade e sinceridade de quem há anos batalha pela cena local na conexão São Paulo – Baixada Santista.
http://www.myspace.com/livebythefist

Leptospirose

Os imperadores de Bragança Paulista voltam à Verdurada para mostrar novamente por quê são considerados pelos experts um das melhores e mais originais nomes do hardcore atual. Além da velocidade e volume supersônicos e do carisma do frontman e ícone Quique Brown, o Leptospirose conta com os melhores músicos já vistos num show de punk rock ao sul do equador. Sorte nossa que, por algum motivo, os três resolveram direcionar seus talentos para criar uma massa sonora comparável a Dead Kennedys, Bad Brains, Meat Puppets e outros grandes nomes do ramo.
http://www.myspace.com/leptospirose

O Cúmplice

Com sua música demolidora que mistura o que há de mais sinistro nos universos do metal e do hardcore, de Black Sabbath e Venom a Integrity e Septic Death, o Cúmplice toca na Verdurada pela primeira vez após quase cinco anos de atividade. Divulgando o split cd com os cariocas do Te Voy A Quebrar, a banda apresenta o selo hardcoreano de qualidade, contando com integrantes e ex-integrantes de agrupamentos clássicos como Constrito, I Shot Cyrus e Abuso Sonoro. Destruição auditiva ou seu dinheiro de volta.
http://www.myspace.com/ocumplice

Speed Kills

Quem abre esta edição da Verdurada é este novo mas já comentado trio formado por integrantes de bandas notórias como B.U.S.H., Discarga e Alarme. Além de tocar um hardcore sujo e malvado inspirado em bandas inglesas e suecas como Mob 47, Anti-cimex e Discharge, o Speed Kills explora a temática baseada no filme “Mad Max”, que junto à sonoridade abrasiva e veloz como um V8, completa a equação pós-apocalíptica.
http://www.myspace.com/speedkillsparanoia

DEBATE: Existe Política Além do Voto? – Rodrigo Rosa (Biblioteca Terra Livre)

Votar no “menos pior”? Votar nulo? Não votar? Tanto faz! O “voto de protesto”, o “voto útil” ou o “voto nulo” são meras opções vazias num sistema que em si não dá conta de nossos desejos e ambições. Há outros caminhos? Autogestão, cooperativismo, ajuda mútua; Ação direta, ocupações, mobilizações; Socialismo libertário, gestão não-hierárquica, democracia direta, busca do consenso, organização em grupos locais e coletivos em federações… Essas opções são mais do que formas alternativas de participação política, são meios de tomar de volta nossa própria vida que nos é usurpada todos os dias.

O QUE É A VERDURADA?

O Coletivo Verdurada é o responsável pela organização do evento realizado em São Paulo desde 1996. Ele consiste na apresentação de banda (especialmente de hardcore, mas o palco é aberto a outros gêneros) e palestras sobre assuntos políticos, além de oficinas, debates, exposição de vídeos e de arte de conteúdo político e divergente. No final é distribuído um jantar totalmente vegetariano.

Este é o mais antigo e talvez o mais importante evento do calendário faça-você-mesmo brasileiro. Isso quer dizer que a organização é totalmente feita pela própria comunidade hardcore-punk-straightedge de São Paulo, que se encarrega tanto do contato com as bandas e palestrantes, quanto da locação do espaço, contratação das equipes de som e divulgação. Tudo sem fins lucrativos ou patrocínios de empresas. A renda é destinada a cobrir os custos e colaborar com atividades e iniciativas realizadas, ou apoiadas pelo coletivo.

Os objetivos de quem organiza a verdurada são basicamente dois: mostrar que se pode fazer com sucesso eventos sem o patrocínio de grandes empresas e sem divulgação paga na mídia e levar até o público a música feita pela juventude e as idéias e opiniões de pensadores e ativistas divergentes.

Quando?

Domingo – 22/08/2010 – das 16h às 22h

Onde?

Rua Nestor Pestana 189, Centro
A uma quadra da Praça Roosevelt – entre Rua Augusta e Consolação – 5 minutos a pé dos metrôs República e Anhangabaú.

Quanto?

R$8,00

– Jantar VEGetariANO grátis e venda de material independente.
– Por favor, sem cigarros e sem álcool.

Internet:

http://www.verdurada.org
http://www.myspace.com/verdurada
verdurada@riseup.net

0 thoughts on “Biblioteca Terra Livre na Verdurada!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *