Anarquismo e História

No começo do ano de 2012, integrantes da Biblioteca Terra Livre e pessoas interessadas deram inicio ao Grupo de Estudos de Anarquismo e História. A princípio, o grupo tinha como objetivo realizar pesquisas, lendo e analisando os escritos teóricos das/dos anarquistas clássicos, buscando encontrar qual seria o sentido da História para os/as anarquistas e se poderíamos pensar em uma teoria da História que fosse ou tivesse inspiração anarquista. Levados por esta proposta, fizemos a leitura e discussão do livro de Élisée Reclus “A Evolução, a Revolução e o Ideal Anarquista” e do texto “A Insuficiência do Materialismo Histórico” de Rudolf Rocker, do livro “Nacionalismo e Cultura”.

No entanto, percebermos que a dinâmica do grupo desviou-se de seu objetivo inicial e começou a trilhar outro caminho. Observando em retrospectiva, percebemos que o grupo havia deixado de se focar na busca de uma teoria da História anarquista passando a querer conhecer mais a estrutura de pensamento das/dos clássicos do Anarquismo. Isto se deu quando demos inicio às leituras de Bakunin dos escritos “Deus e o Estado”, “A Ciência e a questão vital da Revolução”, “Carta ao Jornal La Liberté, de Bruxelas” e “Escrito contra Marx, fragmento formando uma continuação de O Império Cnuto-germânico”, que tiveram início no mês de abril e se estenderam até o começo de setembro. Essa experiência de leitura intensiva de um mesmo autor nos vez refletir sobre o objetivo inicial do grupo, entretanto para não pararmos as atividades continuamos as leituras com os textos de Proudhon “Do Princípio Federativo” e parte do livro de Kropotkin “A Conquista do Pão”.

Em nosso último encontro realizamos uma discussão de quais seriam os rumos que o grupo teria, e achamos melhor continuarmos com a proposta que foi desenvolvida organicamente na história do grupo e passarmos para a leitura das/dos clássicos do anarquismo, por isso pensamos que seria melhor deixar de nomear o grupo de “Anarquismo e História” e passarmos a chamá-lo de “Pensadores Anarquistas”. Essa mudança de posicionamento do grupo não impede a pessoa com vontade de buscar uma teoria da História nas/nos clássicos continuar suas pesquisas, mas abre a possibilidade de outras pessoas buscarem outras perspectivas acerca das leituras.

Neste sentido, respeitando as transformações e a dinâmica interna do grupo, compreendemos as palavras de Élisée Reclus quando de nossa primeira leitura:
A evolução é o movimento infinito de tudo o que existe, a transformação incessante do Universo e de todas as suas partes, desde as origens eternas e durante o infinito dos tempos.

Segue abaixo o histórico dos nossos encontros:

02/02 – 1º Encontro: Conversa e planejamento do Grupo.

23/022º Encontro: Leitura e discussão dos capítulos 1 a 4 do livro “A Evolução, a Revolução e o Ideal Anarquista”, de Élisée Reclus.

08/03 – 3º Encontro: Leitura e discussão dos capítulos 5 a 10 do livro “A Evolução, a Revolução e o Ideal Anarquista”, de Élisée Reclus.

22/03 – 4º Encontro: Leitura e discussão dos capítulos 8 a 10 do livro “A Evolução, a Revolução e o Ideal Anarquista” e “Algumas palavras de história”, em “Anarquia pela Educação”, de Élisée Reclus.

O livro “A Evolução, A Revolução e o Ideal Anarquista” está disponível online em espanhol no seguinte site: http://kclibertaria.comyr.com/lpdf/l050.pdf

05/045º Encontro: Leitura e discussão do capítulo I do livro “Nacionalismo e Cultura”, “A Insuficiencia do Materialismo Histórico”, de Rudolf Rocker.

26/046º Encontro – Leitura e discussão do livro “Deus e o Estado”, de Mikhail Bakunin.

17/057º Encontro – Continuação de leitura e discussão do livro “Deus e o Estado”, de Mikhail Bakunin (pág. 27 a 71 da edição disponível).

31/05 – 8º Encontro – Continuação de leitura e discussão do livro “Deus e o Estado”, de Mikhail Bakunin.

14/06 – 9º Encontro – Leitura e discussão do livro “A ciência e a questão vital da revolução” de Mikhail Bakunin (pág. 23 a 67)

28/06 – 10º Encontro – Leitura e discussão do livro “A ciência e a questão vital da revolução” de Mikhail Bakunin (pág. 40 a 67)

12/07 – 11º Encontro – Leitura e discussão do livro “A ciência e a questão vital da revolução” de Mikhail Bakunin (pág. 40 a 67).

26/07 – 12º Encontro – Leitura e discussão do livro “A ciência e a questão vital da revolução” de Mikhail Bakunin (livro inteiro).

09/08 – 13º Encontro – Leitura e discussão da Introdução, por René Berthier, e  do texto “Carta ao Jornal La Liberté, de Bruxelas” presentes em “Escrito Contra Marx”, de Mikhail Bakunin e publicado pela Editora Imaginário.

23/08 – 14º Encontro – Leitura e discussão do texto “Escrito contra Marx, fragmento formando uma continuação de O Império Cnuto-germânico” presentes em “Escritos Contra Marx”, de Mikhail Bakunin e publicado pela Editora Imaginário.

04/09 – 15º Encontro – 2º Leitura e discussão do texto “Escrito contra Marx, fragmento formando uma continuação de O Império Cnuto-germânico” presentes em “Escritos Contra Marx”, de Mikhail Bakunin e publicado pela Editora Imaginário.

20/09 – 16º Encontro – Leitura e discussão do prefácio, capítulos 1, 2 e 3 do livro de P. J. Proudhon, Do Princípio Federativo, publicado pela Editora Imaginário.

04/10 – 17º Encontro – Continuação da leitura e discussão dos capítulos 4, 5, 6 e 7 do livro Do Princípio Federativo de P. J. Proudhon, publicado pela Editora Imaginário.

25/10 – 18º Encontro – Continuação da leitura e discussão dos capítulos 7, 8, 9, 10 e 11 do livro Do Princípio Federativo de P. J. Proudhon, publicado pela Editora Imaginário.

22/11 – 19º Encontro – Leitura e discussão do Prefácio e capítulos A riqueza, O bem-estar para todos e O comunismo anarquista do livro de Piotr Kropotkin “A Conquista do Pão“.

7 thoughts on “Anarquismo e História”

  1. Olá gostaria de saber se há encontros acontecendo e se há possibilidade de participar. Como devo proceder.

    Abraços

  2. Oi!

    queria saber se posso e faz sentido eu começar a participar das reuniões depois de tantos encontros? Além disso, qual o sentido delas?

    obrigado,

    1. Olá Luis, é possível participar dos encontros do grupo de estudos sim. O grupo se reune quinzenalmente e se organiza por meio de ciclos de leituras que são decididos nos encontros. O grande tema do grupo é o estudo da concepção anarquista da história, as leituras e debates buscam aprofundar nesta perspectiva. Um abraço, Adriano.

  3. Olá!

    Os encontros do grupo de estudo do dia 22/02 à 28/02 serão na usp?

    Um abraço
    Lilian Berdusco

    1. Lilian os encontros do grupo de estudos de história serão na Biblioteca Terra Livre, que fica na Vila Madalena, próximo ao metro.

    2. Olá Lilian,

      Todos os encontros dos grupos de estudos ocorrem no endereço da biblioteca. Ontem tivemos a discussão dos capítulos 1, 2, 3 e 4 do livro “A Evolução, a Revolução e o Ideal Anarquista” de Élisée Reclus, e o próximo encontro ficou marcado para o dia 08/03, continuando a leitura do livro, capítulos 5-10.

      Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *